PENTECOSTAIS E CATÓLICOS NA AMAZÔNIA MARAJOARA – NOTAS DE CAMPO

VANDA PANTOJA

Resumo


ESSE ARTIGO ANALISA, A PARTIR DE INCURSÕES A CAMPO, A PRESENÇA PROTESTANTE PENTECOSTAL NUMA PARTE DA AMAZÔNIA BRASILEIRA, MAIS ESPECIFICAMENTE NA MESORREGIÃO MARAJÓ, ESTADO DO PARÁ. FORAM REALIZADAS VISITAS AOS 16 MUNICÍPIOS QUE COMPÕEM A REGIÃO. CONSTATOU-SE QUE NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS DO SÉCULO XX HOUVE UM CRESCIMENTO DAS DENOMINAÇÕES NA REGIÃO ASSIM COMO UMA DIVERSIFICAÇÃO DAS MESMAS. A PRESENÇA EVANGÉLICA NÃO É RECENTE NA REGIÃO, REMONTA AO ANO DE 1911 COM A FUNDAÇÃO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM BELÉM-PA. VERIFICOU-SE QUE AS RELAÇÕES ENTRE EVANGÉLICOS E CATÓLICOS E ENTRE EVANGÉLICOS DE DIFERENTES DENOMINAÇÕES SÃO CARACTERIZADAS POR TENSÃO E DISPUTAS POR MERCADO NUM CAMPO QUE PASSA POR PROCESSOS DE MUTAÇÕES.

Palavras-chave


AMAZÔNIA. MARAJÓ, PENTECOSTALISMO. CATOLICISMO.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Periódico Espaço e Cultura
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco B, sala 4.007, 4° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0343

E-mail: espacoecultura@gmail.com