ESCRITURAS E ARTES: FORMAS SIMBÓLICAS RELIGIOSAS ESPACIAIS

Avacir Gomes dos Santos Silva

Resumo


A categoria de espaço foi concebida quando o ser humano estabeleceu qualitativamente a diferenciação entre espaços sagrado e profano. Esta é a abordagem que norteia a escrita deste artigo a partir das contribuições teóricas de Eliade (2010), Rosendahl (2010), Corrêa (2007, 2013) Cassirer (1994) e Hobsbawm (2014). O nosso desafio é interpretar as formas simbólicas presentes na tradição religiosa das Folias de Reis. Dentre elas elegemos a “Visitação dos Magos”, retratada no Evangelho de Mateus e na tela de Albrecht Dürer (pintor renascentista alemão, do século 16). As re(invenções) dessa passagem bíblica contribuem para que o espírito natalino seja reatualizado, ritualisticamente, ao final e início de cada ano pelos devotos dos Santos Reis, os quais, guiados pela Estrala, acreditam na hierofania de Deus em forma de Menino.

Palavras-chave


Espaço Sagrado; Espaço Profano; Formas simbólicas; Folia de Reis

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/espacoecultura.2017.45369

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rede Sirius
© Periódico Espaço e Cultura

Rua São Francisco Xavier, 524, bloco B, sala 4.007, 4° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0343

E-mail: espacoecultura@gmail.com