ENTRE O SERTÃO E O CERRADO: PARALELISMOS E DISPARIDADES

Ana Rosa Marques, Maria Lídia Bueno

Resumo


Este trabalho aborda aspectos do universo cultural das populações que habitam o sertão sul do estado do Maranhão, bem como sua relação com a natureza. Apresenta o sertanejo que realiza sua ligação com o mundo por meio da roça para subsistência, da extração de recursos naturais do cerrado e da criação de gado sua territorialidade impressa na paisagem por meio da cultura e da convivência com o ambiente. O sertanejo revela-se como inspiração para outro modelo de desenvolvimento, pautado no uso racional dos recursos. Aborda a autonomia desses povos que vivem há mais de um século nesta região.  Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa. Espera-se contribuir com o conhecimento e a valorização dessa cultura.

Palavras-chave


Território; Territorialidades; Cultura Sertaneja; Cerrado; Sertão

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/espacoecultura.2016.41904

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Periódico Espaço e Cultura
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco B, sala 4.007, 4° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0343

E-mail: espacoecultura@gmail.com