LA CULTURE DU CORPS. SES REPRÉSENTATIONS, SES ESPACES ET SA DIMENSION SACRÉE. UN MODÈLE RÉVOLU OU EN PARTIE REDÉCOUVERT?

Colette Jourdain-Annequin

Resumo


Este artigo reflete sobre as representações do corpo na grécia antiga, sobretudo do corpo masculino, considerando a abordagem queer da nova geografia cultural, que, por sua vez, tem sugerido novos caminhos que valorizam o papel crítico do lugar e do espaço na produção de identidades sexuais. Discute-se as noções de beleza dos corpos, o corpo e seus espaços e a noção de amor grego, apontando para a importância de um exame sobre a abordagem queer que considere a realidade radicalmente diferente da grécia antiga na vivência e expressividade das identidades e práticas sexuais.

Palavras-chave


cultura; corpo; gênero; queer



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Periódico Espaço e Cultura
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco B, sala 4.007, 4° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0343

E-mail: espacoecultura@gmail.com