COLONIALIDADE E FORMA DA SUBJETIVIDADE MODERNA: A VIOLÊNCIA DA IDENTIFICAÇÃO CULTURAL NA AMÉRICA LATINA

Maurílio Lima Botelho

Resumo


O objetivo do texto é relacionar a descoberta e conquista do continente americano não apenas com a construção da identidade histórica e geográfica europeia, mas também com a estrutura da subjetividade moderna. Como parte desse processo, os pressupostos da superioridade europeia são enfatizados em sua particularidade racial, de gênero e dotados de uma racionalidade que revelam o eurocentrismo integrante da relação entre modernidade e colonialidade.


Palavras-chave


modernidade, colonialidade, identidade, racismo, subjetividade

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Periódico Espaço e Cultura
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco B, sala 4.007, 4° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0343

E-mail: espacoecultura@gmail.com