Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Enfermagem UERJ é uma publicação da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, criada em 1993. Publica trabalhos originais nos campos da Enfermagem, especialmente relacionados às áreas de Enfermagem Médico-Cirúrgica, Obstétrica, Pediátrica, Saúde Mental e Psiquiatria, Saúde Pública e Doenças Contagiosas. Além disso, aceita temáticas na área de saúde e áreas afins, com discussão de temas atuais e relevantes para a saúde humana. Sua publicação, desde 2017, se dá em fluxo contínuo com um volume anual contendo, pelo menos, 100 artigos.

Em consonância às recomendações relacionadas à Ciência Aberta (Open Science), a Revista enfermagem UERJ recebe para avaliação manuscritos previamente disponibilizados em repositórios preprint confiáveis e apoia a politica de ciência aberta com o depósito de dados em bancos de repositórios nacionais (Open Data).

Circulação

Caracteriza-se como periódico de circulação internacional, abrangendo predominantemente os países da América Latina e Caribe, embora também tenha circulação nos Estados Unidos, Canadá, França, Suécia, Portugal e Espanha.

A Revista Enfermagem UERJ é afiliada à Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC).

A abreviatura de seu título é Rev. enferm. UERJ, que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé e em referências e legendas bibliográficas.

 

Políticas de Seção

Artigos de Pesquisa

Artigos originados de investigação baseada em dados empíricos, que utilizem metodologia científica e incluam introdução, referencial teórico, metodologia, resultados, discussão, conclusão e referências - limitados a 3.500 palavras.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos de Revisão

Publica artigos que correspondam à análise de um corpo abrangente e extenso de investigações, relativas a assuntos de interesse para o desenvolvimento da enfermagem e da saúde; privilegia revisões sistemáticas ou narrativas que incluam etapas do processo metodológico em que se baseou - limitados a 3.000 palavras.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Atualidades

Publica textos reflexivos ou informativos sobre assuntos relevantes e atuais, com perspectiva de interesse para a enfermagem e a saúde; análise de construtos teóricos, levando ao questionamento de modelos existentes na enfermagem e na saúde e a elaboração de hipóteses para futuras pesquisas; intercâmbio de opiniões entre editores e leitores sobre trabalhos publicados - limitados a 2.500 palavras

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos de Reflexão Teórica

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O processo de avaliação por pares utiliza o sistema de blind review, preservando a identidade dos autores e consultores. Os manuscritos apresentados para publicação são avaliados por dois Consultores Ad hoc e por um membro do Conselho Editorial.

 

Periodicidade

A Revista Enfermagem UERJ é publicada em fluxo contínuo desde 2017 com um volume anual contendo pelo menos 100 artigos.

 

Política de Acesso Livre

A Revista Enfermagem UERJ é um periódico científico de acesso aberto o que significa que todo o conteúdo está disponível gratuitamente, sem custo para o usuário ou sua Instituição. Os usuários têm permissão para ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou vincular os textos completos dos artigos, ou usá-los para qualquer outra finalidade legal, sem solicitar permissão prévia do editor ou do autor. Esta declaração está de acordo com a definição da Budapest Open Access Initiative (BOAI) de acesso aberto.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Corpo Editorial

Alacoque Lorenzini Erdmann - Departamento de Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil
Antonia Regina Ferreira Furegato - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil
Denize Cristina de Oliveira - Faculdade de Enfermagem, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Florence Romijn Tocantins - Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Francisco Lana - Escola de Enfermagem, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil
Isília Aparecida Silva - Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
Jane Marcia Progianti - Faculdade de Enfermagem, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
João Silvestre Silva Júnior - Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
Josicélia Dumet Fernandes - Escola de Enfermagem, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil
Lorita Marlena Freitag Pagliuca - Faculdade de Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, CE, Brasil
Luciana Puchalski Kalinke - Departamento de Enfermagem, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil
Marcia Faria Westphal - Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
Maria Alves Barbosa - Faculdade de Enfermagem, Universidade Federal do Goiás, Goiânia, GO, Brasil
Maria Helena Palucci Marizale - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil
Maria Lucia Seidl de Moura - Instituto de Psicologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Marilda Andrade - Escola de Enfermagem Aurora Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, Brasil
Nébia Maria Almeida de Figueiredo - Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza - Faculdade de Enfermagem, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Regina Célia Gollner Zeitoune - Escola de Enfermagem Anna Nery, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Rosalina Aparecida Partezani Rodrigues - Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
Sonia Silva Marcon - Universidade Estadual de Maringá, Maringá, PR, Brasil
Valeria Lerch Lunardi - Escola de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil
Daniel Gonçalo Eslava - Pontificia Universidad Javeriana, Bogotá, Colombia
Denise Jodelet, École des Hautes Études em Sciences Sociales, Paris, França
Elisabete Borges, Escola Superior de Enfermagem do Porto, Porto, Portugal
Karen Marie Lucas Breda - Department of Health Sciences and Nursing, University of Hartford in West Hartford, Connecticut, USA
Maria Cecilia Bueno Jayme Gallani - Faculté des Sciences Infirmières, Université Laval, Québec, Canadá