O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NA ESCOLA: A ÓTICA DOS ESTUDANTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA

Jones Baroni Ferreira de Menezes, Francisco Eldefábio Freire Nunes, Germana Costa Paixão

Resumo


Objetiva-se compreender a atuação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) no ambiente escolar na perspectiva dos discentes da educação básica. A investigação caracteriza-se como descritiva, de abordagem qualitativa, utilizando um questionário on-line, produzido pelo Google Formulários, em dezembro de 2019, a 46 estudantes que participaram das atividades desenvolvidas pelo subprojeto multidisciplinar Biologia e Química/UAB, em duas escolas no município de Jaguaribe/CE. Dos achados, destacamos que os estudantes escolares reconhecem a importância do PIBID, principalmente quando se refere a diversificação das estratégias e recursos didáticos utilizados durante as atividades, além de que os conhecimentos adquiridos se exacerbam a utilização dos muros escolares, trazendo consigo a contextualização do ensino, bem como a proximidade de relação professor-aluno. Ademais, são esses fatores que discentes sentirão falta com a finalização do programa no lócus de investigação. Deste modo, aqui reafirmamos o PIBID como uma ressignificação da prática docente, pautada nos quesitos didático-pedagógicos e nas relações interpessoais no contexto escolar.


Palavras-chave


Prática docente; Metodologias de ensino; Ensino Médio.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2021.52431

Direitos autorais 2021 JONES BARONI FERREIRA DE MENEZES, FRANCISCO ELDEFÁBIO FREIRE NUNES, GERMANA COSTA Paixão


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: