O PROGRAMA DE ACESSO DEMOCRÁTICO À UNIVERSIDADE E ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO (PADU) E SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DOCENTE NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS (UFT), CÂMPUS DE PORTO NACIONAL (2019)

José Adriano Cavalcante Angelo, Jemima Queiroz da Silva

Resumo


Este relato de experiência tem como objetivo apresentar a estrutura, operacionalidade e alcances formativos do Programa de Acesso Democrático à Universidade e Acompanhamento Pedagógico (PADU), da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Câmpus de Porto Nacional, na formação docente dos extensionistas. Sendo um curso preparatório para o ENEM e vestibulares, as atividades do programa para o desenvolvimento profissional dos professores em formação envolveram minicursos de formação pedagógica e para o ensino no contexto da Educação como prática social, assim como as atividades de regência que proporcionam a construção de saberes na linha de ação processual-orgânica. Os resultados formativos do programa foram produções didáticas e científicas, provenientes da prática reflexiva e ressignificações do ato educativo no âmbito dos cursinhos populares. Dessa forma, o PADU, como extensão universitária, mostra-se como indispensável para a formação de professores para atuar em ambientes educacionais além do ensino regular fundamental e médio.


Palavras-chave


FORMAÇÃO DOCENTE; CURSINHOS POPULARES; EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA; PADU; PROFESSOR REFLEXIVO.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2021.50218


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: