PAULO FREIRE ESTETA: ARTE, FOTOGRAFIA E CINEMA

Aristóteles de Paula Berino

Resumo


Paulo Freire é comumente lembrado pela dimensão sobretudo política do seu pensamento pedagógico. No entanto, de forma recorrente e também significativa, pensou a educação como uma realização estética e o professor mesmo como um artista. Neste artigo foram destacadas quatro passagens da obra de Paulo Freire para discutir os sentidos estéticos que atribuiu à educação, além de observar a importância dessa discussão para a teoria e prática da educação popular hoje.


Palavras-chave


Paulo Freire; Estética; Arte; Criação; Educação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2017.30478


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: