ENÉAS CARNEIRO E O PRONA: NACIONALISMO E CONSERVADORISMO NO BRASIL PÓS-DITADURA MILITAR

Guilherme Esteves Galvão Lopes

Resumo


O presente artigo busca compreender o surgimento do Partido de Reedificação da Ordem Nacional (PRONA), fundado em 1989 por Enéas Carneiro (1938-2007), e sua inserção no cenário político brasileiro até sua fusão com o Partido Liberal (PL), em 2006. Defendendo temas morais, criticando a classe política brasileira e combatendo as reformas neoliberais, sobretudo no governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2003), o PRONA identificou-se com o conservadorismo e o nacionalismo, ocupando, até sua extinção, considerável espaço na direita política brasileira.Palavras-chave: Conservadorismo – Enéas Carneiro – PRONA

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexada em | Indexed by:

PPGH - Programa de Pós-Graduação em História

Rua São Francisco Xavier, 524, Pavilhão - João Lyra Filho, 9ºandar, Bloco F, sala 9037, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ - Cep: 20550-013 - Tel. fax: (021) 2334 0678