NEY, A CONSTRUÇÃO E A CONFRONTAÇÃO DE UMA IDENTIDADE: o Matogrosso

Danilo Postinguel

Resumo


Este trabalho busca entender como o consumo serve para a construção e/ou afirmação de identidades, tendo como objeto de análise o cantor Ney Matogrosso. Com o objetivo de entender como esse cantor propôs, na década de 1960, uma ativação que buscasse contestar um pensamento, até mesmo, um padrão de masculinidade para a época. Além de leituras acerca de identidade e consumo, é pertinente para essa discussão um debate acerca de ética e moral. Percebeu-se, assim, como o consumo e o ato de viver uma vida fora dos padrões típicos de um determinado grupo corroboram para a exclusão e não reconhecimento de determinados indivíduos.


Palavras-chave


Identidade; Consumo; Comunicação; Ética; Moral

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2014.9362

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj