Entre mapas e moças do tempo: a meteorologia no Jornal Nacional e no Rural Notícias

Fabiane Proba

Resumo


Este artigo, resultado da etapa piloto da pesquisa, compara os quadros da previsão do tempo de dois telejornais brasileiros das Organizações Globo (o do Jornal Nacional, canal aberto, e o do Rural Notícias, canal fechado), procurando analisar seus formatos, funções aparentes, formatação, a imagem corporal construída de suas apresentadoras e o público-alvo de cada jornal. A previsão aparece com várias funções, sendo dominantes a ênfase no cotidiano e lazer e a ênfase do vínculo com a produção rural em sentido amplo. Há, também, uma clara mistura entre informação meteorológica e entretenimento. Todavia, as representações sociais do corpo na sociedade brasileira e sua presença no espaço da meteorologia dos telejornais em questão são temas deste estudo.


Palavras-chave


tempo; meteorologia; entretenimento; corpo; moças do tempo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2010.830

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj