O herói e a cultura: um estudo do filme Heleno

Fausto Amaro Ribeiro Picoreli Montanha

Resumo


Nesse artigo, pretendo por meio da análise do filme Heleno, apoiado na leitura do livro biográfico Nunca Houve um Homem como Heleno, expor as múltiplas faces desse atleta em sua relação com o ethos da sociedade brasileira dos anos 1930 a 1950. Com o auxílio de parte da bibliografia da Antropologia Social, no que concerne à cultura, bem como aquela das Ciências Sociais que tratam do conceito de herói, acredito ser possível relacionar o atleta ao contexto social no qual estava inserido. Entender como a cultura molda o indivíduo foi fundamental para compreender como Heleno é ao mesmo tempo produto e agente desse meio social no qual está inserido.


Palavras-chave


futebol; sociedade; herói; cultura; cinema

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2014.7719

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj