Imprensa e a Copa do Mundo como Festa da Nação

Filipe Fernandes Ribeiro Mostaro

Resumo


A Copa do Mundo pode ser considerada uma festa. Abordada como tal nos meios de comunicação, o evento, indubitavelmente, mobiliza a sociedade brasileira de quatro em quatro anos. Neste artigo buscaremos, em diferentes autores, os elementos que constituem uma festa, passando pela construção do futebol como identidade nacional nos anos 1930. Analisaremos como as narrativas midiáticas, em especial os jornais, ajudam a reproduzir esta ideia e como os elementos da festa fazem o país parar para acompanhar a seleção durante a competição.


Palavras-chave


festa; futebol; Copa de 1962; identidade nacional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2013.7254

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj