O imaginário na reprodução da natureza no espaço urbano: Parques Vaca Brava e Flamboyant

Maria de Lourdes Corsino Peres, Ycarim Melgaço Barbosa

Resumo


Esta pesquisa busca compreender as relações entre imaginário, paisagem e urbanização, tendo como objeto de estudo dois parques municipais de Goiânia: o Vaca Brava e o Flamboyant. Os parques urbanos são fenômenos que vêm aumentando no mundo, em Goiânia foram criadas mais de 20 unidades nos últimos dez anos e hoje a criação dos mesmos já aparece como parâmetro urbanístico. A escolha dos dois parques tem como fundamento a reprodução da natureza no espaço urbano ao serem transformados em mercadoria no intuito de contemplação; a busca do bucólico, do verde, da água, para agregar valor a imóveis de luxo erguidos nas suas margens por grandes empreiteiras. A pesquisa tem como base teórica Bachelard, Durant e Baudrillard.

Palavras-chave


parques urbanos; imaginário; paisagem; urbanização.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2010.706

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj