A arquitetura do medo: um estudo sobre Barra da Tijuca e a prática do não encontro

Mônica C. P. Sousa

Resumo


Este trabalho busca discutir o imaginário das grandes cidades a partir da violência urbana. Dessa perspectiva analisamos a reconfiguração dos espaços da metrópole carioca e de que maneira o medo da violência altera as relações humanas. Novos bairros surgem e antigos se reestruturam, criando uma nova arquitetura para a cidade. Como objeto de estudo, pesquisamos o bairro da Barra da Tijuca, área nobre da Zona Oeste carioca e seus condomínios fechados.

Palavras-chave


Espaço urbano; Violência; Comunidade; Comunicação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2010.701

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj