Alice no País das Maravilhas e a identidade na contemporaneidade

Vanda Viana Gomes, Daniele Ribeiro Fortuna

Resumo


Os objetivos principais do presente trabalho são discutir a contribuição do filme da Disney Alice no País das Maravilhas versão 2010 para o entendimento do conflito de identidade vivido na contemporaneidade e a influência do conto de fadas e obras afins neste processo, servindo como recursos para a construção identitária dos indivíduos. O trabalho tem como proposta metodológica a análise temática e comparativa dos livros de Lewis Carroll – Alice no País das Maravilhas (1866) e Através do Espelho e o que Alice encontrou lá (1872)- em conjunto com a versão em filme das duas obras condensadas, lançada em abril de 2010 pela Disney, escrita e dirigida por Tim Burton, com ênfase nas questões identitárias e relativas à cultura contemporânea.


Palavras-chave


Alice no País das Maravilhas, cultura do consumo, identidade, contemporaneidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2013.5877

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj