Teatro Invisível: Afetações na cidade por meio da arte

Patricia da Gloria Ferreira Gomes

Resumo


O presente artigo tem como objetivo de identificar se a encenação de uma peça de Teatro Invisível realizada em via pública, com o intuito de dar visibilidade a temas um tanto quanto caros ao debate público – como, por exemplo, a violência contra a mulher, racismo, homofobia, etc,–, consegue afetar a plateia transeunte, a ponto de abrir fendas na atitude blasé dos moradores da cidade e trazê-los para a discussão do assunto encenado. Para tal tomou-se como objeto de estudo o trabalho desenvolvido na oficina de Teatro Invisível, promovida entre os dias 26 a 28 de outubro de 2012, pelo Centro de Teatro do Oprimido, localizado no Rio de Janeiro.


Palavras-chave


Teatro; Cotidiano; Cidade; Comunicação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2013.5353

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj