Colecionando Fragmentos de Identidade: Perspectivas do Colecionismo Virtual em Social Network Games

Rebeca Recuero Rebs

Resumo


O trabalho parte de que é possível observar-se facetas identitárias do sujeito a partir das escolhas manifestadas pela aquisição de bens virtuais no ciberespaço. Busca-se compreender a dinâmica do Colecionismo de bens virtuais e as suas significações sociais e identitárias construídas pelo usuário de social network games. Para isso, realizou-se um questionário com perguntas abertas em jogadores e uma observação participante em jogos que permitem fazer coleções. Observou-se que apesar da perda da “materialidade” dos objetos, coleções virtuais apresentam sentidos atrelados a simbolismos e a semelhanças com coleções físicas. Elas ainda parecem atribuir status, prazer e reputação ao seu proprietário, apontando o como e o quê colecionar como possíveis indícios de manifestação da identidade do sujeito nestes jogos sociais virtuais 

Palavras-chave


social network games; colecionismo virtual; identidade virtual

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2012.3026

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj