Notícia de um seqüestro: O regresso do jornalista Gabriel García Márquez

Ana Carolina Silva J. Bessa

Resumo


O jornalismo vem perdendo seu caráter de contestação, seu valor de reflexão social e tornando-se burocrático e oficioso. Os profissionais da imprensa esqueceram a vontade de buscar a fundo as versões de todos os lados e se contentam cada vez mais com matérias prontas, produzidas pelas assessorias de comunicação,como já vinha mostrando Alberto Dines, em O Papel do Jornal. (1974, p.86)O escritor colombiano Gabriel García Márquez também comentou sobre o desaparecimento da reportagem que “era a única frente possível de combate contra a televisão e o rádio que o jornalismo possuía”, em uma entrevista ao Jornal Folha de São Paulo (Junges,1996, p.9). Desta forma, é interessante verificar que esse é um tema de preocupação dos profissionais mais experientes.

Palavras-chave


jornalismo; literatura; sociologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2003.21267

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj