Sociabilidade e colaboração em um coletivo artístico: estudo de caso do projeto “Queer Fiction”

Alex Cabistani

Resumo


O artigo apresenta uma análise das estratégias de comunicação utilizadas pelos integrantes do projeto “Queer Fiction”, coletivo artístico localizado em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, dedicado à produção fotográfica, performática e em vídeo, tendo por tema o erotismo, o fetichismo e o sadomasoquismo. Através da comunicação mediada por computador, o grupo planeja suas performances em espaços específicos das cidades, quando expõe também sua produção audiovisual. Recorrendo às noções
de coletivismo e colaboração artística de ROSAS (2003, 2005), analisamos os discursos textuais e visuais de transgressão apresentados pelo grupo, cuja postura estética e política, numa perspectiva foucaultiana, inscreve-se numa estratégia de poder que faz “falar o sexo” através do questionamento dos cânones artísticos e sexuais.

Palavras-chave


comunicação; queer; sadomasoquismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2007.17633

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj