Comunicação e Cinema: o Imaginário de Salvação nos filmes de guerra Hollywodianos

Priscila Aquino Silva

Resumo


No escuro da sala, cadeiras, olhares, mentes e corações dirigiam-se para a luz projetada na tela que estava à frente, gigantesca. A plateia esperava ansiosa pelo início de mais esse espetáculo. Os casais ainda trocavam carinhos, os amigos ainda cochichavam. Burburinho. Silêncio: o filme já vai começar. Na grandiosidade do cinema, a narrativa falava de riso e de alegria, bem ao estilo pastelão. Mas também contava sobre a guerra e o sofrimento. Riso e guerra pareciam estar separados apenas por uma tênue linha de interpretação e de leitura do mundo.

Palavras-chave


cinema; comédia; análise

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2005.17547

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj