DILATADA, RECONFIGURADA, CONTEMPORÂNEA: JUVENTUDE E PIRATARIA COMO EXERCÍCIO DE CIDADANIA CULTURAL

Pedro Prata

Resumo


Neste trabalho, vamos perceber a juventude por meio de três caminhos. O primeiro é a relação entre as noções de juventude, comunidade e cidade contemporânea. O segundo caminho demonstra o jovem como grupo específico de políticas sociais, principalmente de programas do Estado, que buscam promover melhorias na qualidade de vida e garantir acesso mais democrático à educação e inserção profissional e também a atividades ligadas à saúde, ao lazer, à participação política. Por fim, veremos a construção cultural do conceito de juventude. Para além das idéias estáticas sobre o grupo juvenil, que o apresentam como “natural” ou “inevitável”, mostraremos que a sua lapidação é flexível e maleável.

Palavras-chave


Juventude; Cidadania; Cidade; Políticas sociais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2008.17256

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj