Políticas Públicas e o Patrimônio Histórico: das primeiras ações a economia da cultura

Mariana Nascimento Bispo

Resumo


 

Este artigo tem como objetivo fazer uma análise sobre as ações estatais com relação ao patrimônio histórico nacional, através de um breve histórico das políticas adotadas pelo Estado brasileiro para a área cultural. O estudo vai se focar, sobretudo, nas diretrizes para a construção de políticas públicas adotadas nos mandatos do Presidente Lula e na ação do órgão estatal que na atualidade é o maior patrocinador da preservação de bens tombados: o BNDES, Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico.


Palavras-chave


Patrimônio Histórico, Políticas Públicas de Cultura, Economia da Cultura, BNDES

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2011.1253

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj