DIREITOS HUMANOS FUNDAMENTAIS E DIREITO À COMUNICAÇÃO: entre a redistribuição e o reconhecimento

Rodrigo Garcia Vieira Braz

Resumo


O presente artigo busca mostrar a relevância histórica do direito à comunicação no processo de luta por reconhecimento, tanto na dimensão jurídica, quanto na da estima social no contexto social contemporâneo em que os meios de comunicação ocupam um espaço central na manutenção e ampliação da democracia. Assim, as políticas de comunicação presidem não apenas de um processo de redistribuição dos meios de comunicação, mas também da garantia de um espaço dialógico pluralista.


Palavras-chave


direito à comunicação; reconhecimento social; políticas de comunicação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/contemporanea.2011.1252

Indexada em: Latindex . Univerciência . Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 | E-mail: ppgcomdivulga@gmail.comcontemporanea.revista@gmail.com

Facebook: facebook.com/contemporanea.uerj