(TRANS)FORMAÇÕES DE HÁBITOS ALIMENTARES DOS GOIANOS

Christiane Ayumi Kuwae, Estelamaris Tronco Monego, Joana Aparecida Fernandes

Resumo


Os hábitos alimentares tradicionais dos goianos estabeleceram-se pela fusão das culinárias indígena, africana e portuguesa durante os séculos XVIII e XIX, adaptadas à disponibilidade de alimentos do Cerrado. A partir de 1970, com as transformações econômicas, expansão agrícola e urbanização, as práticas alimentares em Goiás começaram a modificar-se. Este trabalho de revisão bibliográfica tem como finalidade resgatar aspectos dos hábitos alimentares goianos e suas (trans)formações, num recorte histórico a partir da década de 70, a partir de pesquisas nas áreas de Alimentação, Nutrição, História e Antropologia. Uma análise dos resultados de algumas edições da Pesquisa de Orçamentos Familiares e do Estudo Multicêntrico sobre Consumo Alimentar permite verificar que, na evolução histórica do consumo alimentar goiano, ocorreram a redução de alimentos básicos e o aumento do consumo de refeições prontas, bebidas alcoólicas e refrigerantes, além da inclusão de alimentos industrializados, ao mesmo tempo em que alguns hábitos alimentares tradicionais ainda persistem no cotidiano goiano.

Palavras-chave:


Palavras-chave


Hábito Alimentar; Modernidade Alimentar: Goiás

Texto completo:

PDF