SOBRE A EQUIVALÊNCIA DE PERCENTUAIS EM INVESTIMENTOS PÓS-FIXADOS

Adriano Rodrigues de Melo, Norton Pizzi Manassi

Resumo


Este trabalho apresenta uma aplicação da matemática financeira no desenvolvimento de três metodologias utilizadas para se determinar a equivalência entre percentuais destacados para a remuneração de títulos de renda fixa pós-fixados. Tem por objetivo evidenciar as hipóteses subjacentes às construções dos três estimadores, além de estabelecer algumas desigualdades que configuram a relação matemática entre suas fórmulas. Dispõe sobre as simulações computacionais realizadas com o intuito de apurar a acurácia desses estimadores. Conclui-se que, apesar das restrições impostas aos seus usos, todos eles fornecem aproximações úteis para o propósito de conversão. Salienta-se, ademais, que tais metodologias correspondem à aproximações e que o valor verdadeiro da conversão, pautada pelo critério de equivalência, pode variar ao longo do tempo.

Palavras-chave


Taxas Equivalentes, Matemática Financeira, Investimentos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadmat.2020.55679

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Adriano Rodrigues de Melo, Norton Pizzi Manassi

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2236-2797 | ISSN: 1413-9030 

DOI
https://doi.org/10.12957/cadmat.

E-mail: cadernos_mat@ime.uerj.br    


Licença Creative Commons
Cadernos do IME - Série Matemática está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.