DETERMINAÇÃO DE ANOS EPIDÊMICOS DA DENGUE EM FUNÇÃO DA OCORRÊNCIA INICIAL DE CASOS

Maria Hermínia P. L. Mello, Leonardo P. F. da Costa, Regina S. Lanzillotti

Resumo


A infecção pelo vírus da dengue constitui um dos graves problemas de saúde pública no Brasil, sem que haja disponibilidade de uma alternativa de controle eficiente. Desta forma, é de extrema importância a modelagem para simular e oferecer estratégias que possam minimizar tanto a incidência de vítimas quanto os recursos públicos. Apresentamos duas modelagens  para a propagação da dengue - uma que utiliza equações diferenciais ordinárias e um modelo alternativo fuzzy. Usando sistema de equações diferenciais, obtém-se o valor de reprodutividade básico ou número básico de reprodução da doença, , que possibilita determinar se o ano é epidêmico, e consequentemente, se haverá riscos à população.

 


Palavras-chave


sistema de compartimentos, conjuntos fuzzy, controle, epidemia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadmat.2015.22372

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Maria Hermínia P. L. Mello, Leonardo P. F. da Costa, Regina S. Lanzillotti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2236-2797 | ISSN: 1413-9030 

DOI
https://doi.org/10.12957/cadmat.

E-mail: cadernos_mat@ime.uerj.br    


Licença Creative Commons
Cadernos do IME - Série Matemática está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.