APLICAÇÃO DA COMPOSIÇÃO PROBABILÍSTICA E DO MÉTODO DAS K-MÉDIAS À CLASSIFICAÇÃO DE MUNICÍPIOS QUANTO À OFERTA DE CRECHES

Annibal Parracho Sant’Anna, Flavia Faria, Helder Gomes Costa

Resumo


<doi>10.12957/cadest.2013.15771

Neste trabalho o método CPP-TRI, que emprega a composição probabilística de preferências para classificar em categorias ordenadas, e o método de identificação de conglomerados das k-médias são usados para classificar os municípios fluminenses quanto ao cumprimento da disposição constitucional de disponibilidade de creches para a população infantil. Consideramos a segmentação dos municípios do Estado do Rio de Janeiro visando a avaliar a relação entre recursos e produtos na oferta de creches. As variáveis consideradas são, de um lado, a proporção de crianças de dois a cinco anos atendidas em creches e, de outro lado, a despesa pública municipal per capita com educação e cultura e a renda per capita do município. O método das kmédias foi empregado para segmentar esses municípios em estudos anteriores com base nessas três variáveis. Verificou-se concordância entre o agrupamento realizado pelas k-médias e pela CPP-TRI com base nas relações custo/benefício.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadest.2013.15771

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio

ISSN impresso: 1413-9022 / ISSN on-line: 2317-4536

DOI do periódico: dx.doi.org/10.12957/cadest


Licença Creative Commons Este revista está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.