Teoria das filas e da simulação aplicada ao embarque de minério de ferro e manganês no terminal marítimo de ponta da madeira

Gustavo Rossa Camelo, Antônio Sérgio Coelho, Renata Massoli Borges, Rosimeri Maria de Souza

Resumo


<doi>10.12957/cadest.2010.15733

Dentre as principais técnicas disponíveis utilizadas em processos de análise e resolução de problemas sobressaem a Teoria das Filas e a Teoria da Simulação: aquela, um método analítico para abordagem do assunto; esta, uma técnica de modelagem que busca melhor representar o sistema em estudo. Este trabalho investiga o uso da Teoria das Filas e da Simulação aplicadas ao embarque de minério de ferro e manganês no Terminal Marítimo de Ponta da Madeira. Com a Teoria das Filas, pretende-se analisar características de atendimento aos navios que atracam no Píer I e Píer III para carregamento de minério de ferro e manganês, tais como: número médio de navios na fila e no sistema, tempo médio em que um navio permanece na fila e no sistema etc. E, com a técnica da Simulação, pretende-se simular a operação do Píer IV, que consumirá R$ 2 bilhões em investimento, aumentará a capacidade do terminal em 100 milhões de toneladas/ano e terá capacidade de carregar 53 navios por mês.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadest.2010.15733

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN on-line: 2317-4536 / ISSN impresso: 1413-9022

DOI do periódico: dx.doi.org/10.12957/cadest


Licença Creative Commons Este revista está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.