LÍNGUA, VARIAÇÃO E LITERATURA: INTERSEÇÕES NECESSÁRIAS PARA O ENSINO

Laila Hamdan

Resumo


Este estudo discute a importância da presença da literatura no currículo escolar, uma vez que assumida como elemento humanizador, responsável fundamental pela superação do preconceito linguístico. Essa possibilidade é estabelecida a partir do letramento literário construído em ensino de língua que perpassa a variação. O objetivo é apresentar elementos teóricos relacionados ao ensino, ao letramento literário e à variação organizados e originados em posicionamentos que promovem e ampliam o direito à literatura como valor incompressível (CANDIDO, 2011). Para tal, consideraram-se fundamentos teóricos sobre literatura e o seu lugar na escola e, portanto, sua função como componente curricular, sobre letramento e sobre ensino de língua e variação, percorrendo definições e práticas que promovem o desenvolvimento da habilidade linguística e consequente letramento literário. Como resultado alcançou-se a comprovação da importância da literatura no currículo escolar bem como a construção de práticas que ampliam o letramento literário em sua função humanizadora, portanto propiciadoras de inclusão social, uma vez que, neste espaço, está o olhar sobre a variação linguística e o ensino.


Palavras-chave


Ensino; Letramento; Literatura; Variação linguística.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadsem.2020.55855

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.