BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE FERRAMENTA PSICOPEDAGÓGICA: CONTRIBUIÇÕES DA LITERATURA INFANTIL

Priscila Ferreira da Silva Bento, Sheila Venancia da Silva Vieira

Resumo


Neste trabalho destaca-se que o uso da Literatura Infantil e seus elementos imagéticos, aliados ao conhecimento de técnicas psicopedagógicas, corrobora o processo de ensino-aprendizagem, apresentando-se como um recurso educativo de eficácia na escolarização de alunos com transtornos do neurodesenvolvimento. Apoiados pela perspectiva histórico-cultural de Vygotsky (2010), reafirma-se a relação desse processo com a mediação social. Com base na concepção do pensamento simbólico, busca-se o “entrelugar” das interações sociais e do estímulo a capacidade de aprendizagem e memorização. Como resultados, observaram se ganhos construídos na inserção de leituras e dinâmicas no ambiente escolar, nas habilidades afetivas, cognitivas e psíquicas, atendendo às especificidades do sujeito.


Palavras-chave


Literatura Infantil, Aprendizagem, Epilepsia do Lobo Temporal (ELT).

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadsem.2020.46568

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.