O estranhamento cotidiano: uma leitura dos contos de Julio Cortázar

Laila Karla Lima DUARTE, Heloisa Helena Siqueira CORREIA

Resumo


O subprojeto “O estranhamento cotidiano: uma leitura dos contos de JulioCortázar”, vinculado ao projeto O fantástico: intersecções críticas, debruça-sesobre as marcas, procedimentos e ambientação fantásticas dos contos de JulioCortázar. A pesquisa objetiva: desvendar as amarras narrativas, buscando suportena teoria do fantástico enquanto gênero, elaborada pelo estudioso russo TzvetanTodorov e na releitura teórica do gênero realizada pelo crítico argentino JaimeAlazraki, que se configura no que ele denomina neofantástico. Cortázar busca,nas cenas do cotidiano, aberturas e fissuras por onde se entrevê o fantástico,e tal visão desafia o leitor no sentido de criar um paralelo entre ficção e teoria.

Palavras-chave


Fantástico; neofantástico; Cortázar; simultaneidades temporais; metaficção

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadsem.2012.11000

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.