A gestão dos conflitos de interesses em equipes de design gráfico conforme as teorias sobre a tomada de decisão

Eugenio Merino, Igor Reszka Pinheiro, Luiz Salomão Gomez

Resumo


Este artigo, após constatar a inexistência de métodos capazes de resolver os conflitos de interesses e favorecer a noção de pertencimento em projetos colaborativos, apresenta os pressupostos teóricos de um novo processo para a gestão dessas equipes de design. Para tal, escrutina-se, por meio de um ensaio crítico de natureza exploratória, os fundamentos cognitivos da tomada de decisão. A solução proposta consiste de uma heurística de rotatividade do poder de decisão central, seguindo as mesmas perspectivas empregadas no Balanced Scorecard.

Palavras-chave


equipes de design; conflitos de interesses; tomada de decisão

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/arcosdesign.2016.16553

Apontamentos

  • Não há apontamentos.