A utilização de modelos 3D para a preservação e divulgação de peças do patrimônio histórico e cultural: estudo de caso com escarradeira e urinol

Wagner Soares Rossi, Fábio Pinto da Silva, Wilson Kindlein Júnior

Resumo


As Tecnologias da Informação e Comunicação por meio da disponibilização de modelos tridimensionais podem contribuir de maneira significativa para a divulgação e aproximação do acervo dos museus com a comunidade. Dessa maneira, este artigo apresenta a utilização da técnica de digitalização tridimensional para a construção de modelos 3D de duas peças de acervo de museu: a escarradeira e o urinol. A digitalização foi feita com um Scanner 3D que utiliza um sensor conoscópico a Laser, instalado no Laboratório de Design e Seleção de Materiais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Os dados foram processados em softwares de modelagem 3D e 2D para a obtenção dos modelos virtuais. Ao final do processo, foram obtidos modelos 3D fidedignos às peças originais, o que sinaliza a possibilidade de sua utilização para a representação virtual das peças contribuindo assim para preservação e divulgação de peças do patrimônio histórico cultural.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/arcosdesign.2013.12182

Apontamentos

  • Não há apontamentos.