GALÁXIAS MURILIANAS

João Nilson P. Alencar

Resumo


Este ensaio procura ler a atualidade de Murilo Rubião em duplo movimento: por um lado, trabalhando com um suporte teórico contemporâneo, que dê conta das muitas entradas e saídas ao seu repertório. Por outro, o texto busca levantar o movimento de pesquisa e leitura do arquivo como espaço de descoberta e reinvenção – dois elementos fundamentais para não cair na armadilha da leitura canônica. Os dois movimentos são entrelaçados pela noção de uma política cultural no modernismo tardio, ao mesmo tempo em que lança a crítica como exploradora de universos, ou seja, criadora de ficções.


Palavras-chave


Murilo Rubião; Arquivo; Literatura Brasileira; Modernismo Tardio; Educação.

Texto completo:

LEITURA / IMPRESSÃO


DOI: https://doi.org/10.12957/abusoes.2021.56745

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Abusões
e-ISSN: 2525-4022