DE BONECOS E HOMENS

Raul da Rocha Colaço, Brenda Carlos de Andrade

Resumo


Este trabalho consiste numa análise do conto “Teatro de bonecos”, presente na obra Os lados do círculo (2004), do autor contemporâneo Amilcar Bettega Barbosa (nascido em São Gabriel - RS, 1964), cuja fábula se volta para um homem que decide viver afastado da sociedade junto a outros dois personagens de natureza nebulosa. É através dessa convivência incomum que irrompem no leitor as dúvidas sobre a sanidade do narrador autodiegético e sobre a possível sobrenaturalidade desses dois moradores. Diante desse quadro, busca-se apreciar os elementos que sustentam a categoria estética do fantástico por meio do aporte teórico de Remo Ceserani (2006), de Tzvetan Todorov (2010), de David Roas (2014) e de Rosalba Campra (2016). Como resultado, aponta-se que a narrativa examinada se encarrega, com bastante precisão, de revelar ao homem tudo aquilo que deseja esquecer: seus limites e sua finitude.

Palavras-chave


Bonecos; Homens; Amilcar Bettega Barbosa; Insólito; Fantástico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/abusoes.208.34245

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Abusões
e-ISSN: 2525-4022