Uma contribuição fenomenológica para a História das Matemáticas: o problema da origem dos números

Cleverson Leite Bastos, Carlos Eduardo de Carvalho Vargas

Resumo


DOI: http://dx.doi.org/10.12957/ek.2013.8114

A partir da perspectiva da filosofia da ciência de Edmund Husserl, o artigo aplica a concepção fenomenológica de história na compreensão da origem dos números. Analisando o texto A questão da história da geometria como um problema histórico-intencional, é possível generalizar a contribuição fenomenológica para a história das matemáticas. O artigo relaciona a questão da historicidade com outros conceitos apresentados em A crise das ciências europeias e a fenomenologia transcendental, como sedimentação e mundo da vida (Lebenswelt), problematizando a relação entre história empírica e história a priori. Para abordar especificamente a questão da origem dos números, o artigo também retoma algumas noções de Filosofia da Aritmética. Na análise final, os autores indicam algumas implicações filosóficas da tarefa de clarificar o sentido do número.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/ek.2013.8114

 

ISSN - 2316-4786 (on-line)

Programa de Pós-Graduação em Filosofia | Instituto de Filosofia e Ciências Humanas | Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Rua São Francisco Xavier, 524, Pavilhão - João Lyra Filho, 9 andar, Bloco F, sala 9037, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ - Cep: 20550-013