Aproximando-se da distância: as principais disparidades do pensamento fraco de Vattimo ante a ontologia heideggeriana

Gabriel Debatin

Resumo


O presente ensaio pretende apresentar uma série de distanciamentos fundamentais entre o pensamento do italiano Gianni Vattimo, centrado no conceito de pensamento fraco, com a ontologia heideggeriana. A problemática consiste no confesso fato de Vattimo basear seu pensamento na filosofia de Heidegger; contudo, sob forte influência do pensamento de Nietzsche, o filósofo italiano acaba por desvirtuar certos conceitos cruciais da filosofia heideggeriana, conduzindo-a a conclusões diametralmente opostas às suas. Vattimo assevera, assim, que há um elemento niilista que perpassa toda a ontologia heideggeriana, não, contudo, apenas como um sintoma de uma sociedade decadente e indefinida, mas julga esta mesma ausência de sentido como a própria superação da metafísica tão almejada pela filosofia da história de Heidegger.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/ek.2019.42605

ISSN - 2316-4786 (on-line)

Programa de Pós-Graduação em Filosofia | Instituto de Filosofia e Ciências Humanas | Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Rua São Francisco Xavier, 524, Pavilhão - João Lyra Filho, 9 andar, Bloco F, sala 9037, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ - Cep: 20550-013