FONSECA, Cláudio. FELICIDADE CLANDESTINA OU A SIGNIFICAÇÃO MARGINAL DA PALAVRA. Caderno Seminal, [S. l.], v. 26, n. 26, 2017. DOI: 10.12957/cadsem.2016.27179. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/cadernoseminal/article/view/27179. Acesso em: 3 mar. 2024.