AS MÚLTIPLAS IRENES E AS PERFORMANCES DE UM NOME EM QUATRO NARRATIVAS HISPANO-AMERICANAS

Conteúdo do artigo principal

Amanda Brandão Araújo Moreno

Resumo

RESUMO: Partindo da ideia de intertextualidade e dialogismo em literatura, este trabalho observa e analisa a repetição de um nome próprio, Irene, em quatro contos da tradição literária argentina-uruguaia vinculados à estética do fantástico e do insólito, a saber: do uruguaio Felisberto Hernández, “La casa de Irene” (1929); dos argentinos Silvina Ocampo e Julio Cortázar, respectivamente, “Autobiografía de Irene” (1948), da primeira, e “Casa Tomada” (1951) e “Todos los fuegos el fuego” (1966), do segundo. A partir de articulações teóricas com Bakhtin(2018) e Candido (2008), entendemos que a personagem é um dos eixos fundamentais para a construção da narrativa e buscamos analisar como essas “Irenes” foram construídas textualmente, sua relevância para cada conto e, por fim, os possíveis vínculos e dissonâncias entra todas elas, demonstrando possíveis vínculos de leitura entre seus autores.


PALAVRAS-CHAVE: narrativa hispano-americana; contos; intertextualidade; reescritura; Cortázar; Hérnandez; Ocampo; Irene.


 

Detalhes do artigo

Como Citar
BRANDÃO ARAÚJO MORENO, Amanda. AS MÚLTIPLAS IRENES E AS PERFORMANCES DE UM NOME EM QUATRO NARRATIVAS HISPANO-AMERICANAS. Abusões, Rio de Janeiro, v. 23, n. 23, 2024. DOI: 10.12957/abusoes.2024.79128. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/abusoes/article/view/79128. Acesso em: 22 jul. 2024.
Seção
Abismo e vertigem: dinâmica da personagem na ficção fantástica
Biografia do Autor

Amanda Brandão Araújo Moreno, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Professora de Língua e Literatura de Língua Espanhola no Departamento de Letras da Universidade Federal Rural de Pernambuco e Docente do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem  (PROGEL-UFRPE). É líder do Grupo de Pesquisa "Narrativas hispano-americanas do século XX". Tem mestrado e doutorado em Teoria da Literatura através do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco, com dissertação e tese na área de Literatura Hispano-americana colonial e contemporânea, respectivamente.