DO ASSOMBROSO AO CARNAVALESCO: ANÁLISE DA PRESENÇA DO GROTESCO EM CORALINE (2003)

Conteúdo do artigo principal

Isabele Guzella Benedito
Luciana Brito

Resumo

Resumo: No presente trabalho, busca-se analisar como o conceito estético “grotesco” se manifesta na obra de terror fantástico Coraline (2003), de Neil Gaiman. Para isso, será feita uma retomada da história do grotesco, a fim de compreender sua origem e complexidade, usando de teóricos como Wolfgang Kayser (1986) e Mikhail Bakhtin (1987), dois dos principais pesquisadores desse termo.  Além disso, a discussão será estendida para ser possível entender as conexões do grotesco com a fantasia, suas configurações na literatura e sua influência no estado físico e mental dos personagens. 

Detalhes do artigo

Como Citar
GUZELLA BENEDITO, Isabele; BRITO, Luciana. DO ASSOMBROSO AO CARNAVALESCO: ANÁLISE DA PRESENÇA DO GROTESCO EM CORALINE (2003). Abusões, Rio de Janeiro, v. 23, n. 23, 2024. DOI: 10.12957/abusoes.2024.78143. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/abusoes/article/view/78143. Acesso em: 22 jul. 2024.
Seção
Abismo e vertigem: dinâmica da personagem na ficção fantástica
Biografia do Autor

Isabele Guzella Benedito, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP)

Graduanda em Letras Português/Inglês pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), realiza pesquisas na área de literatura e teoria literária com os temas: grotesco, terror, estranhamento e fantástico.