O SENHOR DAS MEMÓRIAS: LEMBRANÇAS, IDENTIDADES E ESQUECIMENTOS EM J. R. R. TOLKIEN

Conteúdo do artigo principal

Roney Marcos Pavani

Resumo

Neste trabalho, procuramos analisar a obra fantástica de J. R. R. Tolkien (1892-1973) como um produto de suas experiências e de suas memórias pessoais. As lembranças e os traumas estão ali, mas em um estado plasmático, já que na modernidade, em especial no Pós-Primeira Guerra e em tudo o que ela representou, é difícil transmitir experiências claras. No caso de The Lord of the Rings, suas ideias podem se relacionar a, pelo menos, três memórias de seu autor: a do soldado que sobreviveu às trincheiras, a despeito da perda de seus amigos; ao jovem que, junto a esses mesmos amigos, vasculhava o passado mitológico em busca das origens de seu povo; à criança que cresceu em um lar onde se lia e se ouvia histórias fantásticas e contos folclóricos. Para levar a cabo tudo o que escreveu, Tolkien, assim como tantos outros escritores, sofreu os efeitos de uma profunda mudança na relação entre passado e presente. O futuro, diferentemente do que apregoava o velho sonho iluminista do século XVIII, não parece ser belo e pródigo, mas sombrio e apavorante. Daí o recurso ao passado pré-moderno, não urbano e não industrial, como um instrumento para dar sentido às coisas. Esse sentido não viria por meio de um constructo alegórico, com correspondências explícitas no mundo real, e sim um produto final gerado a partir de uma atmosfera de ideias, formada por memórias e, sobretudo, por esquecimentos.

Detalhes do artigo

Como Citar
PAVANI, Roney Marcos. O SENHOR DAS MEMÓRIAS: LEMBRANÇAS, IDENTIDADES E ESQUECIMENTOS EM J. R. R. TOLKIEN. Abusões, Rio de Janeiro, v. 23, n. 23, 2024. DOI: 10.12957/abusoes.2024.77336. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/abusoes/article/view/77336. Acesso em: 14 jul. 2024.
Seção
Abismo e vertigem: dinâmica da personagem na ficção fantástica
Biografia do Autor

Roney Marcos Pavani, Instituto Federal do Espírito Santo (IFES)/ Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Professor efetivo da área de História do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) - Campus Nova Venécia. Possui graduação em História pela Universidade Federal do Espírito Santo (2006) e mestrado em História Social das Relações Políticas pela Universidade Federal do Espírito Santo (2010). É doutorando em História pela mesma instituição (2022). Tem experiência na área de História, com ênfase em História do cristianismo, História das Ideias, História do Pensamento Político Moderno e Contemporâneo, História e Literatura, e Ensino de História. Atualmente, dedica-se a analisar as obras literárias do escritor inglês J. R. R. Tolkien (1892-1973), ao mesmo tempo como uma crítica e como um exemplo dos paradoxos do mundo moderno.