NEM BRUXAS NEM FADAS: PARADIGMAS E RUPTURAS NA CONSTRUÇÃO DE PERSONAGENS FEMININAS EM DISTOPIAS CONTEMPORÂNEAS

Conteúdo do artigo principal

Valdinei José Arboleya
Clarice Lottermann

Resumo

Este estudo focalizou uma análise acerca de personagens femininas nos romances distópicos contemporâneos O conto da Aia (1985) e Os testamentos (2019), de Margareth Atwood, focando, de modo especial, na personagem Tia Lydia por entender que ela representa uma inovação em termos de concepção e atuação no centro de ação da narrativa no que se refere a questões como as concepções ideológicas que levaram a reduplicações de papéis de gênero. A arquitetura dessas narrativas apresenta inovações ao introduzir elementos não presentes na literatura distópica anterior ao século XX, o que situa Atwood como uma autora propositiva dessa forma literária. Isso se dá, sobretudo, porque, muito mais do que uma postura de contestação, há uma voz autoral que reformula as vozes narrativas femininas, confluindo para a promoção de uma voz-consciência, tal qual a concebe Spivak (2010).

Detalhes do artigo

Como Citar
ARBOLEYA, Valdinei José; LOTTERMANN, Clarice. NEM BRUXAS NEM FADAS: PARADIGMAS E RUPTURAS NA CONSTRUÇÃO DE PERSONAGENS FEMININAS EM DISTOPIAS CONTEMPORÂNEAS. Abusões, Rio de Janeiro, v. 23, n. 23, 2024. DOI: 10.12957/abusoes.2024.75231. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/abusoes/article/view/75231. Acesso em: 22 jul. 2024.
Seção
Abismo e vertigem: dinâmica da personagem na ficção fantástica
Biografia do Autor

Valdinei José Arboleya, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutor em Letras pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, professor de Língua Portuguesa e Literatura na Faculdade Assis Gurgacz

Clarice Lottermann, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

doutora em Estudos Literários pela Universidade Federal do Paraná (2006), professora do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Membro do grupo de pesquisa Confluências da Ficção, História e Memória na Literatura e nas Diversas Linguagens e do GT Leitura e Literatura Infantil e Juvenil, da ANPOLL.