CARACTERIZAÇÃO DAS COMUNIDADES VEGETAIS NA RESTINGA DE MARICÁ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE DO BRASIL

Cátia Pereira dos Santos, Heloisa Helena Gomes Coe, Yame Bronze Medina Ramos, Leandro de Oliveira Furtado de Sousa, André Luiz Carvalho da Silva, Désirée Guichard Freire, Carolina Pereira Silvestre

Resumo


A restinga, vegetação predominante na planície costeira de Maricá no Estado do Rio de Janeiro, vem sendo devastada nas últimas décadas devido à ocupação desordenada que afeta os ecossistemas e altera profundamente a paisagem. Os objetivos desse trabalho estão voltados para a caracterização das comunidades vegetais da restinga na Área de Proteção Ambiental de Maricá e das espécies vegetais dominantes. Estudos dessa natureza ainda são possíveis graças à preservação desta restinga, o que permite um maior conhecimento sobre a biogeografia da região, importante para o desenvolvimento responsável e para um gerenciamento costeiro eficaz. Para isto, foram realizados trabalhos de campo para a caracterização das comunidades vegetais e das principais espécies que as constituem. Foram identificadas as espécies mais representativas de oito comunidades vegetais: halófila-psamófila, duas comunidades scrub, dois brejos herbáceos, slack, floresta seca e vegetação arbustiva nas margens da lagoa.

Texto completo: 121 - 135

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional