A PROPOSTA DE GESTÃO TERRITORIAL DE TERRAS INDÍGENAS COMO MEIO DE SE ALCANÇAR A SUSTENTABILIDADE

Roberto dos Anjos Dias, Angelica Siqueira, Nardel Luiz Soares Silva

Resumo


Considerando a atual problemática mundialmente discutida em relação ao desenvolvimento sustentável e os modelos sustentáveis de sociedade, percebe-se a necessidade de contribuir no sentido de apontar direções e metodologias para alcançar a sustentabilidade. O presente estudo tem por objetivo sugerir que se utilize o modelo de gestão territorial de terras indígenas para articular estratégias e promover as potencialidades materiais e imateriais de um território, seguindo princípios sustentáveis para constituir a práxis do modo de vida sustentável. Uma vez que as terras indígenas apresentam características como delimitação geográfica, princípios comunitários de se manter em equilíbrio com a natureza, instituições de apoio, entre outras que possibilitam servirem de modelo de sociedades sustentáveis. A proposta foi levantada a partir de revisão teórica de conceitos e práticas que propiciam embasamento para discussão do desenvolvimento territorial sustentável. Conclui-se então que projetos de gestão territorial que respeitem a autonomia e permitem a participação dos indígenas considerando sua cultura de sustentabilidade do território, servem de modelo para promover o desenvolvimento de uma sociedade sustentável.


Texto completo:

24 - 36


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2017.18214

ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional