COMPLEXA RELAÇÃO ENTRE FORMAÇÃO CONTINUADA E AVALIAÇÃO EXTERNA NA REDE PÚBLICA DE ENSINO

Ana Carolina Medeiros Gatto Vieira Carvalho, Adriana Varani

Resumo


Apresentamos uma reflexão sobre sentidos produzidos da relação entre os programas de formação continuada da rede oficial de Ensino do Estado de São Paulo e avaliação externa a partir de discursos de professores de um município deste estado.  A reflexão dos dados pode inferir que a relação entre avaliação externa e formação de professores tem prejudicado essas ações ao longo dos anos, por enfatizar as disciplinas cobradas no SARESP e priorizar as temáticas que compõem as provas, num processo de performatividade, pautando-se em Ball. Os discursos dos professores nos mostram a complexidade dos posicionamentos no cotidiano escolar e nos levam a refletir sobre as contradições existentes, entre o desejo de ter autonomia do trabalho e a aceitação de avaliações regulatórias e responsabilizadoras.


Palavras-chave


Avaliação Externa; Formação Continuada; Políticas de Formação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2018.36306

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional