NA CADÊNCIA BONITA DO SAMBA

Valter Filé, Leidiane Macambira

Resumo


Este texto é sobre experiências do samba. Sobre as astúcias de sambistas e as formas que estes foram produzindo para equilibrarem-se entre miséria e festa. O samba assumido como um circuito comunicativo que possibilitou aos negros conversas e sincronização de significativos elementos da vida cultural numa sociedade produzida para os brancos. O texto está organizado em duas partes: a primeira, recupera elementos importantes do samba: o encontro para as dinâmicas das parcerias, das com-vivências que levam às composições e estas às maneiras de lidar com as memórias e com as relações entre presente e passado da diáspora africana; a segunda parte dedica-se a buscar em Michel de Certeau modelos para pensar as formulações das práticas: os relatos, os atos de palavras, as enunciações.

Palavras-chave


Samba; narrativas; cultura negra

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2018.34511

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional