Entre a casa, a rua e a escola: o que o menino viu? Itinerários de uma criança em São Paulo

marcia aparecida gobbi

Resumo


O que um conjunto de fotografias criadas por um menino de cinco anos pode informar sobre a cidade de São Paulo? Essa pergunta orienta a escrita desse artigo que tem como objetivo refletir sobre questões urbanas a partir de conversas e uma sequência fotográfica elaborada por Zé Carlos. Frequentador de uma Escola Municipal de Educação Infantil participou em 2014 de uma pesquisa em que buscávamos imagens de São Paulo segundo o ponto de vista de crianças a partir de escolas públicas de educação infantil, e com isso, conhecer a paulistana cidade em seus conflitos, diferenças e pulsações. Nesse artigo optou-se por um recorte delimitado: um conjunto de fotografias elaboradas por uma única criança num amplo universo de participantes e esse conjugado a falas proferidas junto à pesquisadora. Busca-se provocar debates sobre percepção e formulação do urbano pelas lentes de uma criança, o que pode nos servir para refletir sobre questões e percepções mais abrangentes sobre o viver e morar em São Paulo.

 


Palavras-chave


infância, cidade, imagens

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2018.31122

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional