A EXPERIÊNCIA CEARENSE QUE INSPIROU O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA

Adriana Ferreira Martins Alflen, Alboni Marisa Dudeque Pianovski Vieira

Resumo


Este artigo investiga as experiências educacionais realizadas na educação básica do Ceará que serviram de base ao Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), instituído pelo Ministério da Educação, em 2012. Foram consideradas diretrizes e políticas educacionais para os anos iniciais da educação básica, além da experiência cearense (Pacto pela Alfabetização na Idade Certa – PAIC). A pesquisa, bibliográfica e documental, de natureza qualitativa, fundamentou-se nos estudos de Azevedo (2004) e Dourado (2010). Foram também analisados a legislação pertinente e documentos relacionados à experiência cearense e ao PNAIC. Os resultados obtidos evidenciaram que o PAIC e o PNAIC tratam, com prioridade, da alfabetização, e tem como estratégia a formação continuada do professor alfabetizador.


Palavras-chave


Alfabetização; Formação de professores; Políticas educacionais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2018.30092

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional